mini-saia

Este é um blog de mulher para mulheres, bem como para homens que pretendem agradar às mulheres! Todas são bem-vindas, quer usem ou não mini-saia... E todos serão também bem-vindos, quer apreciem ou não a bela da mini-saia!

quarta-feira, julho 15, 2009

Post comentado: imitações

  • A Susana enviou-me recentemente o seguinte e-mail:
O meu email vem no sentido de te perguntar se podias colocar no mini-saia um post sobre aqueles sites que existem que vendem réplicas de malas e sapatos de grandes marcas. Cada vez encontro mais sites, e blogs que fazem referências a esses sites e a verdade é que umas sandálias Louboutin a 150€ é muito apelativo!
Gostava de saber se alguém já comprou coisas nesses sites e se realmente têm qualidade. Pois independentemente de ter lá uma marca há modelos tão lindos que eu adorava ter mas tenho noção que dar à volta de 1700€ pela mala Alma verniz da Louis Vuitton é simplesmente proibitivo para a minha bolsa!
Os sites que falo neste caso são:
Se alguém conhecer mais sites deste tipo, também agradeço que me falem da experiência de compras nestes sites.
  • Assim, sinta-se à vontade para opinar e aconselhar a Susana. Obrigada, desde já!

Etiquetas: ,

43 Comments:

  • At 15/07/09, 10:49, Blogger Mónica Lice said…

    Eu confesso que estas réplicas não me seduzem muito.Prefiro comprar outros modelos, mais baratos, mas de qualidade.

    Entretanto, recentemente, descobri este site, com modelos que se parecem mesmo com os originais, excepto numa coisa... o preço!

     
  • At 15/07/09, 11:09, Anonymous Anónimo said…

    Por favor...mas estão assim tão desesperadas que tenham que comprar imitações só para dizerem que têm algo que não podem pagar???? Que fútil! Mais vale comprar malas baratas mas que não imitem coisa nenhuma...please! Que gente tão oca!

     
  • At 15/07/09, 11:30, Anonymous Anónimo said…

    Para quem goste mesmo muito d edeterminado modelo de mala de designers famosos há sempre outras marcas como a própria Zara e afins que fazem sempre umas "imitações" razoáveis e bem acessíveis.
    outra marca que costuma copiar bastante malas "famosas" é a Purificación Garcia (outlet no Freeport!).
    E na Baixa há pelo menos 2 casas de malas (generalistas) com o que me parecem ser boas imitaçãoes do famosos Birkin da Hermes.
    E tudo mais barato do que nestes sites...
    AnaF

     
  • At 15/07/09, 11:38, Blogger Su said…

    A Segue tinha uma imitação da Alma da Louis Vuitton! Mas a mala custava 60€ e cheirava imenso a borracha, a qualidade era péssima e fiquei tristíssima. Acho que comprar uma imitação na H&M, ou Zara ou num site desses é exactamente a mesma coisa. Não é fútil, nem oco não querer dar 2mil euros por uma Mala!

     
  • At 15/07/09, 11:44, Blogger Mary said…

    Bolas, eu confesso que até admiro quem dá tanto dinheiro por uma mala, eu cá prefiro ir comprando várias a preços muito mais acessiveis, quer na H&M, Zara, Parfois, por aí fora, agora dar muito dinheiro por uma mala não, obrigada...mas... lá esta, cada qual sabe da sua vida

     
  • At 15/07/09, 11:57, Blogger Mimi said…

    Este comentário foi removido pelo autor.

     
  • At 15/07/09, 11:58, Blogger Mimi said…

    Anónimo das 11:09, será que não consegue dar a sua opinião sem que para isso tenha de ofender quem pense diferente??

     
  • At 15/07/09, 12:00, Anonymous Anónimo said…

    Sinceraemnte eu nem 150 euros por uma imitação emuito menos 1000 e tal euros por uma verdadeira.

    Penso ser ume xagero de tal ordem que até faz mal a quem recebe por exemplo 500 euros por mes...

    No entanto se tem dinheiro para uma original pois muito bem, senao mais vale comprar malas nas diversas lojas que existem que tem preço razoaveis e sempre dá para ir mudando várias vezes de mala.

    Este mundo de "marcas" é uma tristeza.
    Que diferença faz ??? É tudo um comércio exagerado que leva as pessoas em nome da "moda" muitas vezes a se endividar muito mais do que pode.

    alice

     
  • At 15/07/09, 12:14, Anonymous Joaninha said…

    Mónica, e nesse site que referes, achas que as malas são mesmo em pele ou são cópias em plástico??

     
  • At 15/07/09, 12:38, Blogger ffiffas said…

    Há réplicas de muito boa qualidade à mesma, por isso é que à réplicas que custam 20€, outras que custam 150€/200€. Agora, eu não gosto de usar imitações, mesmo que ninguém repare eu sei que não é verdadeiro, por isso não gosto, não me sinto bem. Acho que pior que andar com uma mala de feira é andar com uma mala que os outros possam saber que não é verdadeira. Portanto, ou eu tenho dinheiro para isso ou então, procuro opções mais baratas. Claro que isto é um sentimento pessoal!
    Agora, para quem faz tanta questão nas marcas, há sempre opções de marcas que custam tanto, ou pouco mais do que algumas imitações. E depois temos sempre os saldos... Tous, DKNY, Calvin Klein, Roco Barroco e até algumas burberry... não é vuitton, mas são boas marcas,com prestígio, boa qualidade e têm alguns modelos fabulosos. Eu prefiro!

     
  • At 15/07/09, 12:50, Blogger @me@@@ said…

    eu não sou a pessoa mais indicada para responder a este post... acho completamente absurdo pagar ainda assim uma fortuna por malas de imitação... mas porque temos essa necessidade de nos afirmarmos através de objectos que não são para o nosso bolso... existem coisas tão giras a preços muito mais em conta!!!


    :-)

     
  • At 15/07/09, 13:49, Anonymous Inês said…

    Será que sou só eu a achar que ainda assim 200 euros (ainda por cima por uma imitaçao) é imenso dinheiro? -.-'
    Bem, mas para não repetir o que já foi dito quero antes centrar-me nestes sites.
    1.Como sei que aquilo que estou a comprar é o que vou receber em casa? É que nas fotos, no caso dos sapatos Louboutin, ate tem sacos da marca por trás... Podem pôr fotos dos sapatos originais e depois o que chega a casa não tem nada a ver.
    2. Depois, como sei que o que estou a comprar não é ilegal? Se, como me pareceu pelas fotos, eles até escrevem o nome correctamente (nada de Doir, Dolce Banana, etc.. xD), mais para o preço ser tão elevado é porque se espera uma qualidade acima do normal das imitações (em Roma comprei uma mala Praga, igual ás da loja excepto por dentro, que no fim das negociaçoes custou-me 10€).

     
  • At 15/07/09, 13:59, Blogger Margarida said…

    É sabido que o negócio das imitações das grandes marcas de alga costura move milhões, e também é sabido que a ele estão associadas violações de todos os direitos imaginaveis, a utilização de mão de obra infantil, criação de animais (cães e gatos, sobretudo) em condições que poucos conseguem ver - e há videos por aí-etc.

    Mónica, eu admiro muito o teu blog(bom, o seu blog, que em PT não é com em Espanha que nos tratamos todos por tu). já tive oportunidade de o dizer várias vezes quer aqui nos comentários, quer por e-mail.

    Confesso que fico um pouco desiludida com a apresentação deste post, sem mais. Agora que o MiniSaia se tornou um blog tão conhecido e com a capacidade de influenciar tanta gente, acho que deve assumir a responsabilidade que daí advém. Ou seja, se a Mónica sugere frequentemente a compra de produtos de beleza "sustentavéis" (creio recordar os mais recentes do Boticário), para ser coerente com esta posição deve tentar influenciar as pessoas a não comprarem imitações só pq não têm dinheiro para o original. Até pq, como a Mónica tb nos mostra diariamente, o estilo não tem a ver com o preço das coisas que se compra.

    Beijinhos, Mónica. Espero que não leve a mal a crítica, a intenção é totalmente construtiva. Espero que investigue um pouco mais sobre este tema e nos ofereça um post à altura do que habitualmente por aqui se lê.

     
  • At 15/07/09, 14:03, Blogger ♥ Guida said…

    Bem, a jeito de resposta ao primeiro anónimo, eu cá penso que há marcas que realmente fazem peças lindas que não encontramos noutros sítios. Não se trata de imitar porque é a tal marca xpto, mas sim porque o modelo é lindo. E visto que não podemos dar o que as marcas pedem e há imitações bastante mais baratas, por que não?

    Para mim, o que é fútil é gastar BALÚRDIOS em coisas dessas quando há muito boa gente a passar fome. Se eu tivesse dinheiro, comprava as originais? Não me parece.

    Não é por ser imitação que se torna de mau gosto.

    Beijinho

     
  • At 15/07/09, 14:10, Anonymous Anónimo said…

    eu acho que mau gosto andar com imitações...
    ni

     
  • At 15/07/09, 14:46, Blogger dualitate said…

    Há malas bem giras e a preços que as pessoas normais podem pagar.
    Pelos vistos anda toda a gente com muito dinheiro. Para mim 200 euros por mala é caro à mesma. Nunca dei por nenhuma.

    O máximo que dei foi 57 euros por uma mala da Desigual, e apenas porque gostei mesmo muito dela.

    Mas claro depende das pessoas. Pessoalmente não ligo muito às marcas caras, até porque nunca vi nada que me chamasse muito à atenção, ou então porque as acho muito fora do meu universo.

    Se há uma ou outra com modelos giros? Claro. mas isso também se encontra sem ser com preços absurdos.

    Mas quem tem dinheiro acho que faz muito bem.

    Beijinho

    Espiral

     
  • At 15/07/09, 15:20, Anonymous Anónimo said…

    "Para mim, o que é fútil é gastar BALÚRDIOS em coisas dessas quando há muito boa gente a passar fome."

    Bem Guida, se tens assim tanta consciência social, o que eu acho muito bem, então não vais concerteza comprar malas falsificadas. Entre isso ou comprar uma verdadeira, se tiveres dinheiro, vais sempre optar por ela (a verdadeira), porque os níveis de exploração humana, infantil, etc. são elevadíssimos na concepção dessas imitações.

     
  • At 15/07/09, 15:23, Anonymous Anónimo said…

    Por 200 euros já se compra uma mala de pele, gira e de boa qualidade. Para quê pagar isso por uma imitação? Só pelo chic, ou pelo prestígio? Credo.

    É um dos negócios mais rascas que há, o da contrafacção, onde vale tudo, como mão de obra infantil e escrava.
    Admira-me que pessoas que nunca seriam apanhadas a traficar ou comprar droga não se importem de comprar produtos contrafeitos, que contribuem para uma economia paralela de dimensões gigantescas.

    Mil vezes não!

    Isabel

     
  • At 15/07/09, 15:39, Anonymous Anónimo said…

    Olá. Debate interessante, este, porque nos mostra as razões que levam as pessoas a desejar produtos de luxo. Pessoalmente só compro sapatos de "marca", se assim lhes quiserem chamar, Louboutin (mando vir do RU), Prada, Choo, Gucci... mas se o faço é porque tenho poder económico para isso. Faço-o sem qualquer pudor ou falso moralismo do género "ai coitadinhos dos pobrezinhos, deixa-me cá dar uma de solidária e não comprar para fazer de conta que também sou uma deles...". Por favor! Acham que essa atitude mudava alguma coisa?! Não é por aí. Já pensaram que se quem tem dinheiro deixar de comprar, a economia afunda ainda mais?! Quanto às imitações, bom, isso é outra história. Não compro, nunca o fiz e jamais o farei, pela simples razão de que não compro uma "marca" pelo que ela representa mas sim pela qualidade, exclusividade e prazer que ela me proporciona. Essas são as razões que deveriam levar qualquer um a comprar. Sejamos práticos, alguém acredita que a LV que uma qualquer empregada de escritório ou fábrica leva, é original? Se não me fosse possivel comprar com frequência esse tipo de produtos, acreditem que preferia comprar um par de sapatos por ano, mas um bom par, daqueles que duram estações sem perder o bom aspecto, a qualidade e a classe. Mas lá tá, são opiniões...

     
  • At 15/07/09, 16:04, Anonymous Sónia said…

    O que eu acho mesmo mau, é virem aqui chamar futeis, ocas e etc. mas às outras. Acho que não é esse o objectivo do post. Uma pessoa tem uma duvida e quer opiniões, logo quem quer ajudar dá a sua opinião quanto à duvida colocada. E acho que ainda poucas responderam à leitora.
    Cada um gasta o dinheiro que quer, onde quer e como quer, em originais ou imitações, na LV ou na banca do cigano da feira. Ajudem a leitora. Não critiquem

     
  • At 15/07/09, 16:13, Anonymous Anónimo said…

    Sónia, tem toda a razão, o problema é que vamos ajudar a leitora a compactuar com uma actividade criminosa...

     
  • At 15/07/09, 16:27, Anonymous AnaA said…

    Eu vinha perguntar se isso não era ilegal, mas já vi que sim...

    Por momentos até duvidei porque não estava à espera de um post sobre artigos ilegais aqui, e sinceramente espero não voltar a ver.

    Eu sei que a intenção da Mónica foi ajudar, mas não me parece nada sensato (mesmo para o seu lado) ajudar a actividades ilegais. É que no fim de contas, bem visto é crime...

     
  • At 15/07/09, 17:00, Anonymous Nélia said…

    Se eu acho um absurdo pagar 1000 euros por uma mala original, acho ainda mais grave pagar 200 por uma imitação. Tenho uma certa dificuldade em entender esse fascínio por malas e sapatos...não acho errado comprar algo mais caro se tiver qualidade e lhe dermos bastante uso, mas de resto acho que não compensa.
    A propósito das réplicas, não posso deixar de relembrar que em qualquer feira ou loja chinesa existem umas malas ao estilo LV e que muitas pessoas possuem. Então, a minha honesta opinião é: se a leitora que enviou esta questão, tal como eu, não pode pagar 1000€ por uma mala original, também não vale a pena comprar uma imitação caríssima, porque ela sabe que não é original e as outras pessoas não vão achar sequer que custou 200€, e sim uns 10.
    Além disso, não há garantia de qualidade, pelo que é um risco muito grande investir em tais negócios. E é ilegal, suponho.

     
  • At 15/07/09, 17:12, Anonymous Anónimo said…

    Boa tarde, o meu nome é Ana. O meu conselho é o seguinte: antes sequer de começar a verem o site e as peças, é essencial ver a origem do site, isto é, se as malas, ou peças vestuário, ou bijuteria, seja o que for, vem dos E.U.A por exemplo ou de algum pais da União Europeia. Existe uma diferença muito grande na origem das peças, isto porque ao encomendá-las poderão ficar retidas na alfândega para inspecção e ai, terá de ser pago o iva (imposto) e acba por nos sair mais cara a festa. Falo por experiência própria. Quando as peças têm proveniência da EU não existe imposto, para além de ser muito mais rápido e económico o envio.

     
  • At 15/07/09, 17:47, Anonymous Anónimo said…

    vai a www.leiloes.net e pesquisa por "louis vuitton" e aparece montes de coisas a +- 50 euros e é de portugal...

     
  • At 15/07/09, 17:51, Blogger Ana Maria said…

    Eu não gosto de imitações, mas como tambem não posso comprar uma original, fica o problema resolvido.
    Alem de que acho falta de estilo andar a fazer publicidade (as marcas deviam pagar por isso)com os LVs CCs DGs ou a outra qualquer marca. Uma boa mala, com estilo, até a posso fazer eu e ser de uma saca de batatas. O que importa é como se usa e não a marca da mesma.

     
  • At 15/07/09, 18:24, Anonymous Carla Gomes said…

    Bem, caras leitoras... vamos lá a pôr ordem na discussão. O objectivo da Mónica seguramente era lançar um tema para debate. Não quer dizer que aprove e que goste de imitações. Ela própria diz no início: "Eu confesso que estas réplicas não me seduzem muito. Prefiro comprar outros modelos, mais baratos, mas de qualidade." Por isso vou cingir-me ao meu trabalho de comentadora. Pessoalmente não gosto de imitações. Tal como alguém disse lá atrás, o objectivo de ter uma mala original é a "...qualidade, exclusividade e prazer que ela me proporciona". Eu posso comprar algumas malas originais e confesso que se traduz num nível de qualidade bastante elevado. Não gosto de malas de plástico (que toda a gente percebe que são) nem de imitações por vários motivos: 1º - porque é um negócio paralelo e ilegal que devemos ao máximo tentar acabar, e como? não comprando; 2º - porque não há futilidade maior do que comprar uma imitação só para parecer que se tem, quando não se tem dinheiro para ostentar tal coisa e 3º - porque comprar imitações em parte alguma do mundo traduz bom gosto e classe. Mais vale ter uma simples malinha de pele da Zara do que uma imitação "Fintóchui" da Louis Vuitton. Eu como não posso comprar uma mala Prada (mas que gostava, lá isso gostava, mas paciência, o mundo não acaba, né?) , vou comprar uma de outra marca que sei que tenho dinheiro para ter, sem me agarrar ao crédito (ui, fujam disso!!!). Quanto ao post, achei muito bem a Mónica ter lançado o tema para discussão porque pelo menos faz-nos reflectir um pouco sobre esta questão. Beijinhos a todas!

     
  • At 15/07/09, 19:29, Blogger Velvet-Dreams said…

    É pode haver quem tem muito dinheiro e com isso muitas regalias e conforto...Só é pena o dinheiro não poder comprar tudo. Felizmente existem muitas coisas que o dinheiro não compra...Enfim! E tá tudo dito!;)

    Beijinho**

    Clarisse

     
  • At 15/07/09, 20:44, Anonymous Anónimo said…

    Olá boa tarde.
    Bem ja vi que este assunto abranje diversas opiniões.
    A minha opinião é que quem possui possibilidades para comprar malas da marca original acho muito bem que o faça, pois se tem dinheiro para o fazer, qual será o problema..cada um faz o que quer com o seu dinheiro..
    Acho lamentável pessoas que não possuem mínimamente capital para gastar nesses artigos e fazem creditos só para ter o prazer de andar a passear uma louis vuitton, uma Channel, uma Prada, etc..
    Quanto ás imitações, eu não usaria...porque não acho muita piada, acábam por ficar caras e além disso, quando a mala não é verdadeira nota-se logo...nem é preciso saber a profissão da portadora(como já foi aqui referido)..para ter uma mala original é necessário ter classe e percebe-se logo que não é verdadeira pois uma pessoa com uma mala cara..nao usa roupa de lojas mais económicas..e normalmente é isso que acontece com as pessoas que usam imitações...
    Mas para as interessadas nestas imitações quando derem um saltinho a Roma, Londres..etc..existem aos montes a vender nas ruas e são bem mais baratas é questão de "regatearem" o preço com os fulanos que por la andam.

    V.

     
  • At 15/07/09, 20:48, Anonymous Anónimo said…

    ola! tive a ver o site que a monica recomendou, e a comparar com fotografias de malas do site pret a porter, e notam-se bem que sao imitaçoes grosseiras... olhem bem para os fechos e fivelas e veem o que eu vi...
    o conselho que eu deixo, ja que querem lv etc, e que vao poupando 50/100 euros por mês e comprem uma original, as mais baratas sao a 470 e tal se nao me engano, pelo menos nao andam com um pedaço de lixo ao braço.. se nao ha possibilidades há malas tao giras por ai, e so procurarem, mesmo que deem 100 euros ou 200 é dinheiro mais bem gasto do que dar 200 por uma falsificaçao que mais tarde ou mais cedo vao deixar de usar, pois nao aguentam a pressao de pensarem que toda a gente sabe q e falsificada...

     
  • At 16/07/09, 01:27, Anonymous Paula Gomes said…

    Parabéns Mónica, foi um post que promoveu um grande e construtivo debate. Cabe a cada leitora tomar a posição crítica que mais lhe convier.
    Beijinhos

     
  • At 16/07/09, 02:05, Blogger Natty said…

    Ola Susana,
    Antes de comprares uma imitacao acho q deves conhecer bem o original para fazeres uma compra informada.
    Se quere uma mala q pareca mesmo autentica, tenta pedir a alguem para te trazer da China (sao practicamente perfeitas). Nao encomendes pela net porque eh mais complicado perceber a qualidade. Alias ha imensa gente q poe uma foto do original p vender e depois qdo recebes a copia em casa eh uma desgraca.
    Acho que tambem deves invetigar comprar um original usado. Eu nao tenho a certeza se ai em portugal encontras, mas nos EUA ha sites em que podes alugar os originais p semanas ( tipo club de video) e depois podes ter opcao de comprar a mala tb em segunda mao.
    Eu ando atraz de uma mala da chanel mas n tou para comprar uma falsa, entao ando num scavenger hunt a procura da mala em lojas q vendem roupa em segunda mao... ainda n tive sorte mas vou conseguir.

    Agora quanto as meninas que nao dao 1000 euros p uma mala e acham que eh um escandalo, fica aki uma ideia..... talvez seja por isso que n tem 1000 euros para dar pela mala. Se eu tivesse 1000 euros ou 10,000 a primeira coisa que compraria seria uma mala a esse preco. Porque se nunca pensaram nisto, sao essas pessoas que compram este tipo de produtos q permitem a criacao de novos empregos e possibilitam o crescimento economico de nacoes. Pagar impostos n faz nada! Comprar sim, eh isso q faz o mundo andar a volta.

    Para as meninas que tem dinheiro para gastar "MORE POWER" e amanha juntar-me-hei ao club :)
    beijos

     
  • At 16/07/09, 11:15, Anonymous Rita said…

    Eu tenho duas malas LV, uma delas é uma speedy 35 para a qual andei 2 anos a poupar, a outra é uma clutch multicolor que um amigo me trouxe de NY a muitos anos, esta segunda é falsa mas digo-vos que é uma imitação MUITO bem feita, a única diferença é só mesmo na qualidade da pele usada no interior. O único concelho que posso dar é que esse tipo de coisas é sempre melhor ver primeiro para se ter a certeza que é uma coisa bem feita, só vendo fotografias acho um bocado arriscado dar tanto dinheiro.

     
  • At 16/07/09, 16:16, Blogger Marta said…

    Credo...sinceramente, estou com o Anónimo das 11:09. Comprar falso para os olhos dos OUTROS se confundirem e nós a achar-nos o máximo...poupem-me.

     
  • At 16/07/09, 17:31, Anonymous Babs said…

    Eu não gasto mais de 25 euros numa bolsa :) :P

     
  • At 17/07/09, 12:30, Blogger Espiral said…

    Natty acho que tens muitas opiniões pré concebidas sobre as pessoas.

    Eu não compraria uma mala a esse preço. E não, se tivesse 1000 de certeza que nao compraria uma mala lol.

    Mas, olha, nunca comprei nada que parece-se igual ao original mas mais barato. Nem compactuo com este tipo de mercado.

    Mas não acho mal quem compre. Nem acho mal que dê dinheiro por uma mala de 1000. sao gostos.

    Portanto tem lá calminha com as tuas pré concepções...

    Babs, somos duas (a nao ser aquela da desigual que foi uma senhora excepção. e eu fazia anos)

    Espiral

     
  • At 18/07/09, 01:08, Blogger Kika said…

    Eu cá confio nos ciganos da feira de Espinho, têm imitações bem mais baratas que 150€ eheh Não acho nem fútil nem sem ser fútil. Se gostar compro se não gostar não compro. Se gostar de uma original de 200€ e tiver dinheiro para comprar compro se não e encontrar uma imitação prada D&G ou seja o que for a 20€ e gostar compro. Estou-me pouco "lixando" se são ou não imitações. As malas para mim são acessórios e como tal compro à medida que gosto.
    Já dei largas à carteira com malas na loja Tahiti no Porto (Rua de Santa Catarina) e nunca me arrependi do dinheiro que dei.
    A minha opinião mais sincera é, comprem onde e como quiserem, imitação ou não desde que se sintam bem :)
    Irrita-me profundamente as opiniões "ocas" e insultuosas que por vezes se vêem por aqui...sobretudo as anónimas. Mas como sou respeitosa da liberdade de expressão até o oco anónimo aceito sem insultar.
    By the way nunca comprei em sites porque prefiro ir à feira e ter a carteira na mão ;)

     
  • At 18/07/09, 14:58, Anonymous Anónimo said…

    Confesso que pensava que alguns destes sites poderiam vender originais (ok, ingenuidade minha!), mas achei que seriam restos de colecção, pequenos defeitos, etc,etc. Não concebo que possa haver este tipo de publicidade enganosa tão bem organizada e à vista de todos e ninguém actue! Aliás, todo o negócio das marcas me indigna porque sinceramente não têm assim tanta qualidade para o preço que cobram. E muito menos originalidade e design. Eu acho as malas LV e Prada do mais básico, do mais feio e sem piadinha nenhuma, quase que aposto que se as pessoas não soubessem a marca achariam que eram de feira de tão mau gosto. Por isso comprar só pela marca é revelador do que as pessoas procuram, apenas mostrar-se... caindo no ridiculo de andar com malas caras (ex Tous) e depois com chinelinhos e roupinha da Stradivarus ou a Berska!

     
  • At 18/07/09, 21:34, Anonymous Anónimo said…

    ola
    Embora me sinta muito tentada pelas malas de marca.....convenhamos que realmente o preço é obsceno.........mas optar por imitações na.... e muito menos provenientes de alguns sites Norte Americanos,e sermos surpreendidos com as taxas e impostos.

     
  • At 21/07/09, 15:42, Blogger Apple said…

    Nunca comprei malas contrafeitas, por isso não posso falar por experiência. No entanto, sei que muitos dos modelos provenientes da contrafacção são idênticos aos originais, exceptuando a etiqueta.
    O titular da marca entrega, por exemplo, 100 etiquetas ao fabricante, transmite-lhe o know how e os materiais necessários. Há, portanto, 100 malas originais. Se o fabricante confeccionar mais 50 malas, os modelos são idênticos mas já não poderá apor a etiqueta original. Aporá uma etiqueta falsa que, geralmente, só se distingue da original com recurso a luz negra.
    Se o caso for este a qualidade é a mesma e ninguém notará a diferença. No entanto, a aquisição é de legalidade duvidosa…

     
  • At 12/10/09, 21:03, Anonymous Anónimo said…

    oi amigas ,eu particularmente nao costumava comprar coisas de marca mas uma amiga me indicou uma web que fiquei apaixonada nao por ser de marca mas por ter tanta coisa bonita e sempre arrazo onde vou e a gente me pergunta onde comprei ai vai si vos serve de alguma maneira .www.majormarketco.com pelo menos esse sao de plena confianca beijinhos mar felizes compras

     
  • At 14/10/09, 23:20, Anonymous Anónimo said…

    Sinceramente,não consigo compreender algumas opiniões...então uma pessoa que compre roupa na Zara e Stradivarius não pode andar com boas malas?De marca?Eu,em roupa não gasto fortunas.Vou precisamente a Zaras e afins,até vou aos chineses e se gostar compro e pronto.Agora a minha tara são boas malas e bons sapatos,especialmente Prada,D&G e CH.E verdadeiras...agora, se voçês pensam que essas marcas de Luxo não envolvem exploração infantil,exploração animal...voçês são muito ingénuas...a maioria é tudo "made in china".Não sejamos hipócritas por favor...

     
  • At 29/01/10, 11:53, Blogger Ká. said…

    aaah nao né gente?
    olha a linha cruise 2010 da louis vuiton e me diz que mulher não gostaria de ter uma bolsA LINDIIISSIMA E CLASICA DAQUELA.....

     

Enviar um comentário

<< Home